Carta

Minha carta para Lula, mas, dirigida a você.

Existe um silencio ensurdecedor quando queremos uma resposta sobre – porque existe algo no lugar do nada?
Todos falam de muitos modos, mas, a resposta nunca basta.
Destinos, objetivos, causas, porquês?
Nossa experiência é um avançar rumo à decrepitude e morte, essa última a nossa única certeza.
Do nascimento até a velhice, quem tiver a sina de alcançar essa velha senhora passará por muitos dissabores, alegrias, dores, gozos, muitas dúvidas e certezas não tão certas.

Qual é a vida que vale a pena ser vivida?
Que é importante?

Que silêncio… Tenho que preencher essas lacunas com os meus desejos e vontades. Crio meu caminho e minha história que no final será minha obra de arte ou apenas mais um numero em alguma estatística.

Algumas pessoas legitimamente cuidam apenas de si, e nada mais.

Outras pessoas lutam pelos outros para que tenham uma vida menos dura e com menos dores. Um caso desses é o Lula, a quem rendo minhas homenagens por causa de sua história e seus feitos para minha geração, eu vivi e somei os benefícios que trouxe ao Brasil durante sua presidência da republica. Não concordo e nem gosto de sua prisão sem provas.

O Tribunal errou? A resposta é sim.

Os juízes passaram da cegueira deliberada para a cegueira dos autos do processo, para então juntos cometerem crime? A resposta é talvez.
Desse modo, faz-se imprescindível a responsabilização do magistrado por erro judicial, sempre que o mesmo ocorrer, a qualquer tempo, seja ele qual for, para que além de reparar o dano causado nesse caso ao Presidente Lula, e não só isso, mas, e sobretudo, se coloque um freio nas atitudes dos magistrados enquanto seres humanos e passíveis de erros no mínimo, ou até de cometerem crimes no máximo.

Quem vigia ao vigilante, quem julga ao juiz?
Lula Livre.
Escreva sua carta ao Lula. Ele vai gostar de saber que você existe e gosta dele. Ele já mostrou que de você ele gosta, mesmo sem te conhecer.

Renato Mendes de Andrade
Jornalista MTB 7.2493/SP

@renatoglobol

Olá, meu nome é Renato Mendes de Andrade, Nick name @renatoglobol. Sou jornalista MTB 72493/SP – Nasci em Olímpia – SP. Trabalho e resido em Barão Geraldo - Região Metropolitana de Campinas - SP. Dirijo a GLOBOL - hospedagens de sites, manutenção de servidores Big Data e Redes Windows e Linux. Sou proprietário do Guia Barão Assessoria e Auditoria de Imagem, presto serviços de comunicação para pessoas físicas e jurídicas, consultoria de imagem na internet para políticos e pessoas publicas. Sou editor chefe do Jornal Ambiente. Com escritórios em Paulínia e em Campinas aqui no estado de São Paulo. Mais que ser o responsável pelo editorial, crio soluções web, soluções impressas e multimídia para terceiros.

1 Resultado

  1. Renato disse:

    Amigos e amigas deixem um comentário

Deixe uma resposta